CIDADES

Prefeita Josi Nunes destaca potencial econômico de Gurupi em jantar com comitiva do Egito e empresários

Na noite desta quinta-feira, 24, a Prefeitura de Gurupi, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente, promoveu um jantar para a comitiva do Egito que está visitando a cidade com o objetivo de estreitar relações comerciais, empresários e autoridades locais. Para a prefeita Josi Nunes, a expectativa é positiva no sentido de concretizar parcerias comerciais.

A comitiva que está na cidade desde a última quarta-feira, 23, é composta pela Cônsul Comercial do Egito em São Paulo, Nashwa Bakr, pelo gerente de abate halal na América Latina, Moosa Nassar, e o diretor nacional de Investimento em Aquicultura, Maurício Pessoa. O objetivo da visita foi conhecer as capacidades logísticas de Gurupi, além das funcionalidades das cadeias produtivas da região, a fim de ampliar as fronteiras de negócios entre o município e o país.

A prefeita Josi Nunes se mostrou entusiasmada com a visita da comitiva, que segundo ela, é fruto de suas visitas às embaixadas de países do oriente médio no ano passado, em Brasília. Para a gestora, a expectativa é das melhores no sentido de confirmar transações comerciais entre as partes, devido a cidade ser um polo indutor na produção de grãos e carnes, e possuir projetos inovadores na área de aquicultura.

"Estamos levando a imagem de Gurupi para outros cantos. Para isso estamos buscando outros países, na qual visitamos as embaixadas, e dessas visitas, estamos recebendo o primeiro retorno que é do Egito. Essa vinda está sendo muito positiva porque eles já viram uma série de possibilidades de negócios com Gurupi, de produtos que eles precisam na área de grãos, carnes, entre outros. Eles estão à procura de outros mercados e aqui nós temos projetos importantes nessas áreas. Nossa expectativa é que daqui saia uma boa transação comercial entre Gurupi e o Egito", destacou a prefeita.

Para a consulesa Nashwa Bakr, a visita tem aberto perspectivas para estreitar a aliança comercial entre o Egito e Gurupi. "Grande oportunidade para discutir e trocar ideias sobre assuntos comerciais e investimentos entre Egito e Brasil e Egito e Gurupi. Somos um grande importador de milho, soja e carne bovina e por isso discutimos possibilidades de acordos nos quais poderíamos, por exemplo, comprar esses produtos do Tocantins e em troca exportar para o Brasil itens como fertilizantes, é uma possibilidade muito grande, e agradeço pelo convite", declarou.

O gerente de abate halal na América Latina, Moosa Nassar, disse estar satisfeito com o que tem visto e conhecido durante as visitas a projetos e estabelecimentos em Gurupi. "Estamos à procura de mais parceiros, mais projeção comercial e mais exemplos inovadores iguais a Gurupi. Estamos felizes com as experiências adquiridas aqui. Acredito que essa seja uma boa chance para trabalharmos ainda mais juntos e ajudarmos um ao outro a melhorar nossos fatores econômicos", relatou.

Segundo o diretor de Ordenamento e Desenvolvimento da Aquicultura do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Maurício Pessôa, Gurupi está no caminho certo para atrair investimentos de outros países para o setor de aquicultura. "Conhecendo agora a realidade em Gurupi e na Região Sul, tenho certeza que aqui será um grande polo de desenvolvimento. Todos os outros países que nos procuraram querendo investir em aquicultura, vou dizer que tem um município que eu sei que vai dar certo, vou colocar Gurupi como uma referência em desenvolvimento de aquicultura", garantiu.

A diretora municipal de Indústria e Comércio, Daniella Vitorino, tem acompanhado a comitiva e apresentado as potencialidades do município. Para ela, o sonho da gestão é transformar Gurupi em uma grande metrópole comercial. "Nosso sonho é grande e desafiador. Para quem entende o que é o potencial logístico de Gurupi, o que é o Egito para o mundo, e o que Gurupi pode ser para o Egito, sabe da importância dessa relação. Essa união vai se concretizar muito em breve e a presença deles aqui é a oportunidade que precisávamos para lutarmos por uma Gurupi mais forte e inserida no mercado mundial", disse.

O secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente, Pedro Dias, é fundamental investir neste novo nicho de mercado importante dentro do segmento produtivo da região, que é o pescado e a piscicultura. "É uma prioridade do estado e do município fortalecer esse segmento e essa parceria cria uma expectativa muito positiva no sentido de abrir fronteiras para essa atividade que tende a crescer mais ainda aqui na região com o apoio da gestão da prefeita Josi Nunes", afirmou.

Para a empresária do ramo de piscicultura, Marise Tanaka Suzuki, a visita da comitiva a Gurupi foi muito animadora para o setor. "Ter em nossa cidade a comitiva do Egito, foi o primeiro passo para a abertura do mercado externo para Gurupi. A cadeia produtiva da piscicultura vai ganhar muito com essa abertura de portas para o comércio exterior. Estamos muito mais motivados com os feedbacks recebidos", disse.

Visitas
Nesta quinta, a comitiva reuniu com piscicultores e pessoas que querem iniciar na atividade; visitaram o Fazendão, que é uma empresa com foco no armazenamento e industrialização de grãos; também visitaram a Ikigai Piscicultura Sustentável no Parque Agroindustrial (PAIG); em seguida visitaram o Sistema de Produção Integrada (SPI) do grupo Cooperfrigu na área de produção de carne bovina; e encerraram o dia com o jantar com empresários e autoridades locais para tratar de relações comerciais. Eles estarão na cidade até este sábado, 25.

Presenças
O jantar também contou com a presença do prefeito de Peixe, Augusto Cézar (Cezinha), os vereadores Zezinho da Lafiche, André Caixeta, PC, Leda Perini, César da Farmácia e Ronaldo Lira, empresários locais e secretários municipais.
 


Participe do nosso grupo do WhatsApp




VEJA TAMBÉM



CIDADES  |   16/08/2022 17h03

Gurupi - TO
 




CIDADES  |   16/08/2022 15h51

Gurupi - TO
 

CIDADES  |   15/08/2022 16h06

Gurupi - TO