CIDADES

Secretaria de Saúde realiza levantamento dos índices de infestação do Aedes aegypti em todos os bairros de Gurupi


Secretaria de Saúde realiza levantamento dos índices de infestação do Aedes aegypti em todos os bairros de Gurupi

Entre segunda e quinta-feira, de 02 a 05, os Agentes de Combate às Endemias estarão percorrendo todos os bairros de Gurupi para realizar o Levantamento Rápido de Índices para Aedes Aegypti - LIRAa. Um trabalho de identificação das localidades de maior ocorrência de infestação e criadouros do mosquito Aedes aegypti, transmissor da Dengue, Zika e Chikungunya.

Para o secretário municipal de saúde, Sinvaldo Moraes, esse é o primeiro passo para traçar as ações de vigilância epidemiológica que serão realizadas ao longo do ano. "Esse 'raio x' do índice de infestação nos permite conhecer a realidade do nosso município. A partir da coleta e análise dos dados é possível planejar as atividades adequadas para o combate à proliferação do mosquito Aedes aegypti e, consequentemente, evitar possíveis surtos", explica Sinvaldo.

"O LIRAa é um método simplificado para obtenção rápida de indicadores entomológicos e permite conhecer a distribuição do vetor Aedes aegypti", de acordo com a coordenadora da área de endemias, Cristiane Silva Neves. "As equipes percorrem várias residências e setores sorteados pelo sistema de informações do Estado (SISPNCD) a fim de fazer o levantamento de como está a infestação do mosquito em nossa cidade, o que norteia as ações de prevenção e combate", reforça Cristiane.

Cristiane faz um apelo aos moradores de Gurupi para que recebam os Agentes de Combate às Endemias em suas residências. "Os Agentes estão devidamente identificados e são eles os profissionais qualificados para realizar o trabalho de monitoramento e vigilância de possíveis focos do mosquito", frisa Cristiane.

O monitoramento das notificações de casos positivos das doenças transmitidas pelo Aedes aegypti, são acompanhadas diariamente pela equipe da Vigilância Epidemiológica, que recebe os registros, tanto da rede pública de saúde, quanto particular. Até abril, os setores de Gurupi com maior incidência de notificações são: o Centro, o Nova Fronteira e o Waldir Lins.

Com a análise dos dados obtidos pelo LIRAa, os índices locais serão atualizados.

Mais sobre a dengue
A dengue é uma doença infecciosa, transmitida pela picada da fêmea do mosquito Aedes aegypti e tem quatro sorotipos diferentes. Quem pega um tipo, não fica imune aos demais.

O acúmulo de água parada contribui para a proliferação do mosquito e, consequentemente, maior disseminação da doença, por isso é importante evitar água parada porque os ovos do mosquito podem sobreviver por até um ano no ambiente. O combate à dengue só é possível com a eliminação dos criadouros do mosquito Aedes aegypti.

Vidros, potes, pratos, vasos de plantas ou flores, garrafas, latas, pneus, panelas, calhas de telhado ou qualquer outro recipiente que possa acumular água, são suficientes para se tornarem criadouros do mosquito. Manter recipientes como caixas d'água, barris, tambores, tanques e cisternas devidamente fechados também é importante.
 


Participe do nosso grupo do WhatsApp




VEJA TAMBÉM



CIDADES  |   27/06/2022 12h21

Gurupi - TO
 




CIDADES  |   27/06/2022 12h09

Gurupi - TO
 

CIDADES  |   24/06/2022 13h00

Gurupi - TO